caju com manga · Papo de Véia

vulnerável, eu?

Vivo apregoando aos quatro ventos a beleza da vulnerabilidade. Balela. Odeio me sentir vulnerável. É mais gostoso que todo mundo te ache forte, valente. Bem melhor ajudar que ser ajudad@, já dizia a Dona Dora. Mas não, gente, é mentira. Ninguém é forte todo dia. Nem se aceita todo dia. Nem se gosta todo dia.… Continuar lendo vulnerável, eu?

Anúncios