Papo Cabeça

Pare de reclamar e receba!

IMG_20160313_232951-Tô com medo de te machucar…

-Hã?

-É, acho que você está confundindo as coisas… Eu gosto de você, mas não do jeito que você gosta de mim, entende?

-Não, não entendo…

Alguém, algum dia, falou que o gostar só é bom se for recíproco. Danou-se. A partir desse dia, como se se tratasse de um meme viralizado nas redes sociais, espalhou-se a idéia de que amor bacana é aquele correspondido pela pessoa que você ama e mais, na mesma quantidade, como se fosse possível pesá-lo numa balança ultra precisa: dois pra cá, dois pra lá…

Por favor, há que se desfazer esse paradigma. Amar é sempre uma dádiva, mesmo que se ame sozinho, ou menos, ou só um pouquinho. Essa coisa do “gostar muito e gratuitamente”, tem a ver com o pó de pirilimpimpim, sabe? Ninguém pode ser responsável pelo amor alheio, nem impedi-lo… Você sente amor e ama, pronto. É mágica.

Dito isto, deixe-se querer e receber afeto. O amor aceito hoje, entra pelos poros, faz umas “coceguinhas” no ego  e sai pelos olhos, contaminando outras pessoas. Quem não gosta de se sentir amado? Se todo mundo se deixar querer o amor vai reverberar em todos os aspectos da nossa vida.

É hora de parar de exigir reciprocidade pra poder entregar o coração sem criar expectativas: o afeto doado hoje vai voltar sim, mas volta diferente, às vezes, por outras pessoas, em outro formato, num momento qualquer.

Não se engane, só o percebe quem está bem atento, de olhos, no mínimo, entreabertos porque quem fecha os olhos pra receber amor, se perde nos próprios medos…

Quantas vezes se vê amor em forma de brigadeiro? De faxina na casa, de massagem ayurvédica, de instalação da rede, de parede pintada de cinza, de ramalhete de flores recebidos numa quarta-feira, de pão feito em casa com café coado na hora, de abraço apertado, de lasanha de berinjela, de doação de livros, de cortes de cabelo, de aula de yoga, de comidinha caseira, de “vem dançar comigo”, de telefonema inesperado, de whatsapp de bom dia, de cheiro de bolo de chocolate saindo do forno, de visita na cadeia, de sorvete côco, de lição de casa, de remendo na camiseta preferida, de sopa de inhame, de ombro amigo ou de piquenique no parque?

É melhor estar com os olhos bem abertos pra enxergar as belezas do amor que recebemos diariamente de gente que não leva nada em troca, só está retribuindo com algo que já recebeu e transbordou  seu coração.

Receba o amor e desfrute-o, por favor!

 

 

 

Anúncios

3 comentários em “Pare de reclamar e receba!

  1. Não é porque amo tal pessoa, que tenho que morar junto…o amor distante provoca saudade e saudade traz lembranças e lembranças…recordar é viver diz o velho ditado.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s