Papo de Mãe

Sobre verdades e mentiras…

castillo de Olite

Como boa pisciana que sou, vivo no mundo da lua. E esse mundo é recheado de fadas e duendes, pó de pirilimpimpim e muitas poções mágicas.

O Grilo Falante cresceu me vendo puxar a varinha de condão “transparente” pra fazer “milagres”  amadores acontecerem. E nunca foi levada a sério na escola porque contava (e ainda conta) pros amiguinhos que a sua mãe fala cachorrês e gatês. Sim, eu converso com os bichos, hombre! Claro, os amiguinhos de pais céticos tinham piada pronta pra semana inteira.

Entre a minha fé no improvável, minha crença no poder da mente, a certeza de que alguém com fios invisíveis nos manipula (não, não estou falando do capitalismo, embora ele também – he, he, he), a esperança num futuro melhor e minha paixão por Mary Poppins, a época natalina foi sempre a minha favorita. E, apesar da nossa família nunca ter comemorado o Natal por questões religiosas, eu sempre imaginei um Papai Noel vindo de surpresa, descendo por uma chaminé de tijolinhos a vista e deixando um presente pra mim debaixo da nossa samambaia, no terraço gelado da nossa casa de Santo André.

Ele nunca apareceu. Mesmo assim, eu alimentava a esperança de que eram crianças do mundo inteiro e a Avenida Queirós Filho era muito grande, talvez não desse tempo mesmo…

Quando eu tinha uns 9 anos, fomos visitar num 26 de dezembro a casa do Tito. E a minha prima veio com um ursinho chamado Repeteco pro meu lado, contando que era presente do “bom velhinho”.

– Sério???

– Sério – respondeu a Helen. E ele bebeu toda a coca-cola e comeu as uvas passas que deixei na janela!

– Ohhhhh, pensei. É isso (ê, marketing danado)! Nós nunca temos coca-cola em casa. Muito menos uva passa….. Ah, como nunca pensei nisso antes?! Bom, vai ver que Osasco é bem mais perto que Santo André – argumentei pra mim mesma!

No caminho de volta pra casa meu pai e minha madrasta tentaram tirar isso da minha cabeça:

– Filha, isso é uma lenda. Foi o pai dela que comprou!

Eu fingi que acreditei neles. – Coitados – pensei.  – Nunca saberão o que é receber o Papai Noel em casa… eles não acreditam na magia.

Outro dia, estávamos pintando tranquilamente uma atividade na casa do menino Noel, do Shopping Eldorado, quando uma Carol de 7 anos soltou pro Pedro, seu irmão de 5: o Papa Noel não existe, é uma lenda!

Aquelas palavras me atingiram mais que a todas as crianças que estavam ali, pintando. Levantei a cabeça e deixei o giz de cera na mesa:

– Como assim?? Claro que existe. Não é? – perguntei buscando apoio no olhar da  duende-menor-aprendiz que sacrificou seu domingo por conta de um Natal mais recheado.

– Não existe não – respondeu com seus olhos verdes, desafiante. Ano passado meus pais me deram um tablet. Mas falaram que foi o Papai Noel por causa do Pe. Esse ano quero um iphone!!!

A essas alturas, o Pedro, coitado, ameaçava a chorar:  – ele existe sim, ele existe sim!! E o Edu, que estava na minha frente, continuava ali, do alto dos seus 3 anos, rabiscando a cabeça da rena do nariz vermelho.

A Sofia parou e me olhou: e agora, José? – pensei.

– Ah, se você não acredita, tudo bem – respondi. É que o Papai Noel só existe pra quem acredita nele.

– Eu acredito – se adiantou o Pedrinho.

Ela me deu de ombros e continuou a pintar. Todos abaixamos a cabeça pros nossos desenhos, até acabar.

No caminho de casa, a Sofia:

– Mãe, você acredita mesmo no Papai Noel? Já o viu? Conversou com ele?

– Sim, acredito. Mas nunca conversei com ele, não deu tempo….

– Se ele só existe pra quem acredita nele, porque ele nunca deixa um presente pra você, igual deixa pra mim?

– Ah, mandei uma cartinha pra ele: como já posso comprar o meu próprio, o presente que seria pra mim pode ser doado a outra criança. Assim sobra mais.

– Então tá.

– Então tá – respondi.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s